terça-feira, 1 de junho de 2010

Saiba onde o seu dinheiro vai parar

Acredito que muitos de vocês já tenham vivenciado essa experiência: aquele dinheiro que parecia ser suficiente (ou até mais que suficiente) no início do mês simplesmente some, de uma hora para a outra, sem que você se dê conta de onde e como ele foi gasto.
Se você, assim como eu, também quer começar a usar seu dinheiro de forma consciente e inteligente, aumentando assim seus rendimentos e patrimônios em busca da liberdade financeira, se faz necessário entender onde o seu dinheiro foi parar. Ou seja, como e com que os seus gastos foram feitos. Essa é a idéia do post de hoje: 
  • compreender os seus custos e preparar sua vida para que atividades como poupar e investir sejam viáveis, sem que você tenha que se sacrificar desmoderadamente todo o mês.
Primeiramente, é preciso entender seus custos. Sim, eles podem ser classificados em diversas categorias, mas há basicamente duas categorias gerais que merecem ser diferenciadas: custos fixos e custos variáveis.

  • Custos Fixos são aqueles que você não pode “evitar”, gastos que você tem como certo para todo início de mês. Exemplos: aluguel, água, luz, telefone, internet, gás, etc.
  • Custos Variáveis são todos aqueles custos, que como o nome já diz, variam de mês para mês segundo nossas necessidades e/ou ”vontades”. É aquela roupa nova que você comprou, a ida ao restaurante, uma viagem, um conserto no carro, as cervejinhas, etc.  
Porque é importante saber a diferença desses custos?

Basicamente, entendendo esses dois tipos de gastos, é possível elaborar uma estratégia para administrar seu dinheiro visando aumentar suas riquezas. Mas para isso, a teoria precisa ser colocada em prática e essa prática se resume em muita disciplina e persistência.

Num primeiro momento, é interessante focar nos custos variáveis. A economia nesses gastos representará o dinheiro que você poderá poupar todo o mês.

Então a dica aqui é a seguinte:

  • Analise seus custos variáveis: faça uma análise crítica e veja quais os gastos podem ser minimizados ou até mesmo eliminados. Aprenda a diferenciar necessidades de desejos e fique atento aos impulsos consumistas.
  • Comece a poupar: com a otimização dos gastos variáveis, certamente você terá uma idéia do quanto você pode poupar. Uma vez de posse dessa informação, pague primeiro a você mesmo no início de todo mês. Assim, você estabelece uma porcentagem fixa a ser poupada e não se deixa levar pelas tentações dos gastos supérfluos. O seu bolso agradece!
  • Comece a investir: dinheiro embaixo do colchão não rende lucro algum. Portanto, se você quer que seu dinheiro trabalhe pra você e lhe renda benefícios é preciso investi-lo. Há inúmeras formas de investimento, mas isso é assunto pra próximos posts.

Participe do blog, deixe seu comentário. Quais são os seus gastos variáveis?

Até a próxima.

9 comments:

Karla Hack on 1 de junho de 2010 20:59 disse...

Eu andei modificando algumas das minhas posturas sobre o dinheiro..
E realmente, a organização, o saber para onde vai parar é vital para um melhor aproveitamento!

;D

MR on 1 de junho de 2010 21:02 disse...

Legal o blog... primeira passagem pr aqui... vo ler mais!!!

R.A. Souza on 1 de junho de 2010 21:36 disse...

Olá pessoal,

obrigado pela participacao!

E Karla, muito legal seu blog. Espere por um comentário meu. Você é muito talentosa! Eu também já fui compositor de alguns versinhos.

MR: gostei muito do estilo do seu blog. Vou dar mais uma olhada lá, certamente.

Andreia D. Bilenkij on 1 de junho de 2010 21:37 disse...

Aqui a família toda é de contadores... rssrs... Temos um bom controle sobre gastos, anotando tudo que entra e sai em um caderno. Custos variáveis só quando necessário.

Abraços!

Antonoly on 1 de junho de 2010 21:43 disse...

Oi, está tudo bem, é que as vezes eu perco a paciência lá nas comunidade de divulgação de blogs do Orkut, pois tem muita gente que dá calote por lá.

Um abraço!

Enrique Meira on 1 de junho de 2010 23:29 disse...

seguindo..

Arathane on 1 de junho de 2010 23:57 disse...

putz meu dinheiro sempre some .... não dá pra nada !!! tristeza

d. carollina on 2 de junho de 2010 00:33 disse...

Tenho que aprender a poupar o meu dinheiro mesmo '-' SAÇLDKSALÇKDFF

Melhor Free on 2 de junho de 2010 08:57 disse...

Dinheiro é igual cachoeira... ¬¬
só vai, não volta!! :(

Postar um comentário