sábado, 12 de junho de 2010

Oniomania: Gastar demais é doença

Caros leitores, hoje discutiremos o consumismo incontrolável e seu quadro patológico.
Para quem, assim como eu, não sabia, Oniomania é o termo psquiátrico designado àqueles que têm compulsão em comprar e gastar demasiadamente.
O assunto é bem mais sério do que aparentar ser. Essa doença chega a atingir 3 % da população e o seu resultado pode ser devastador para as finanças pessoais de seus portadores.
Os “shopaholics” são movidos não pela necessidade real da compra mas simplesmente pelo puro prazer de consumir. Eles não conseguem avaliar os prejuízos futuros, porque são cegados pelo prazer e pela satisfação de comprar.
Em alguns casos, o consumismo é tão extremo que necessidades básicas são preteridas para que gastos supérfluos seja viabilizados. É aquela menina que come pão com manteiga durante o mês inteiro para comprar aquele par de sapatos da vitrine.
Alguns dos sintomas comuns que os que sofrem desse transtorno apresentam são:
 
  • Ansiedade e excitação antes da compra
  • Euforia no momento em que a compra é realizada
  • Gastar como válvula de escape à tristeza, ao tédio
  • Vergonha e culpa após a realização da compra
  • Esconder contas e compras da família e/ou parceiro(a)
  • Irritabilidade, frustração e angustia diante a impossibilidade de consumir.
 
Então, se você leitor tem sérias dificuldades em controlar seus desejos e está sofrendo com gastos excessivos que são em sua maioria supérfluos, talvez seja aconselhável procurar a ajuda de um psicólogo. Tratamentos existem e não só a sua saúde mas a saúde do seu bolso agradece!
 
Se esse não for seu caso (tomara que não seja), comece a poupar já. A tranquilidade financeira é algo atingível, mas exige sim muita disposição e disciplina. Comece hoje!
 
Até a próxima.

10 comments:

Milla on 12 de junho de 2010 08:49 disse...

Nossa, eu tenho esse problema, mas é com livros e dvds... a ultima vez q fui numa livraria comprei 11 livros e estou frustrada por nao ter tempo de le-los!
Ahhh adorei seu blog, vou seguir e adcionar la no meu pra sempre dar uma passadinha aki!
beijos

Henry Barros on 13 de junho de 2010 14:35 disse...

eu sou um pouco mais centrado, eu semprejunto dinheiro para quando precisar =]

Eduardo o/ on 13 de junho de 2010 14:41 disse...

eu tinha esse problema

mas eu melhorei bastantes (com a ajuda da psicóloga)

se puder

http://oarlecrim.blogspot.com/

Arthur D'mello on 13 de junho de 2010 16:30 disse...

é horrível quem tem e ainda gasta uma nota :X
eu me controlo rsrsr
mas as vezes gosto de sair e gastar por conta.

Jônatas R. Silva on 14 de junho de 2010 01:12 disse...

Olá Souza, pelo artigo.
Escrevi algo semelhante sobre o tema e estarei publicando em meu blog durante a semana. Irei linkar seu texto como leitura complementar.

Abraço
Jônatas

Érica on 15 de junho de 2010 14:19 disse...

Esta é a 4ª vez que tento comentar, estou quase desistindo...

Bom, mas vamos lá! Eu já senti alguns dos sintomas que você cita, mas felizmente consegui me curar a tempo. A compulsão por comprar é realmente algo perigoso.

Sucesso com o blog.

http://alma-feminina.blogspot.com/

Branca on 15 de junho de 2010 17:40 disse...

Retribuindo a visita ^^

"Esperança Traiçoeira", um belo nome para um poema!

Que seria de mim se não cultivasse tal esperança?

De onde viria inspiração para escrever poemas?(sou generosa comigo mesma e permito-me acreditar que escrevo poemas rs)

É doce acreditar no amor e esperar por ele.

Utópico na verdade é acreditar que podemos vivê-lo.

Porém isso torna tudo mais valioso!

bjinhos

Volte sempre e sempre e sempre.

Branca on 15 de junho de 2010 17:41 disse...

Te seguindo *__*

Pai Negão / Pau de Mel / Pau de Fel on 16 de junho de 2010 01:46 disse...

`Pensei que Oniomania fosse a mania do ONANISMO. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

eu sou compulsiva por gastar, tiro dinheiro até daonde nao tenho pra conseguir comprar uma bolsa ou um sapato, ja cheguei a todos os sintomas, escondo as compras, fico muito ansiosa antes de chegar na loja passo a noite pensando no que vou comprar no dia seguinte e olho no banco cada centavo que tenho com roupas sapatos e bolsas que geralmente me arrependo, nao uso e tento passar pra frente, na hora penso, ah vou levar se nao gostar eu troco, mas isso nunca acontece, eu uso uma vez, nao troco e continuo nao usando, e acabo comprando outra bolsa pela frustração de nao ter usado a ultima, teve uma época que estava conseguindo pagar algumas coisas e deixar de comprar, ou pelo menos comprar de vez em nunca, mas aih começei a entrar em depressão e a minha unica saida era comprar uam roupa que achei bonita, vesti-la e me achar bonita, e assim voltei a comprar cada vez mais, pra me sentir bem e e com a auto estima boa.
Mas qnd chegam as dividas fico mal de novo, e quando pago alguma coisa, ja vou lá e compro outra, estou pensando até em procurar meu psicologo pra esse assunto.
Preciso realmente de ajuda!

Postar um comentário